TALENTO POUCO É BOBAGEM

Tebaldo Simionato (1931) é desenhista e pintor, mas por bastante tempo foi diretor de arte e fez planejamento gráfico de livros e catálogos. Ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de arte em 1984 com a edição sobre vida e obra de Antonio Facchinetti. Fez desenhos de produção cinematográfica e criou capas de discos para a Chantecler, RCA Victor, Som Livre e Odeon, entre outras.


Também fez capas de livros para grandes editoras, cartazes para eventos de peso, e retratos a óleo e bico de pena de celebridades, entre elas o Dr. Olavo Drummond, Clodovil, Benito di Paula e Vanusa. Como não poderia deixar de ser, participou de diversas exposições, foi premiado e teve obras incluídas em catálogos. São muitos os colecionadores de sua obra.



A aposta. Óleo sobre madeira

Ao olhar seus trabalhos lembro dos holandeses da Europa protestante, que no século XVII aperfeiçoaram-se nas técnicas de representação da natureza, transportando para a pintura os efeitos luminosos e as texturas das coisas tal como as vemos na realidade. É impressionante quando conseguimos reconhecer os diversos materiais em uma cena. Madeira, metal, tecido, pele... Transparências de vidros! Não é fácil fazer isso. E Tebaldo é autodidata.



O pai do artista. Óleo sobre tela

Seus temas são os mais variados e as técnicas também. Tebaldo é figura ilustre em Espírito Santo do Pinhal, cidade do interior de São Paulo onde nasceu e agora reside, depois de viver anos em São Paulo. Suas obras estiveram expostas recentemente na Villa do Poeta, hotel de charme que também é espaço de cultura, onde se pode ver a arte local nas mais variadas formas: desenho, pintura, escultura, fotografia... além de muita história e, claro, poesia.

29 visualizações

© 2019 Contenuti

logo-whatsapp.png