OS TRAPACEIROS DE CARAVAGGIO

Atualizado: 7 de Jul de 2019

Os trapaceiros, Caravaggio, 1596

Três personagens ocupam quase todo o espaço visual do quadro em uma cena de jogo de baralho. Nenhum dos três é visto de corpo inteiro, algo que seria totalmente inconcebível em uma pintura egípcia. Além dos tons de pele, as cores predominantes são os castanhos claros e escuros, os pretos, cinzas e marrons meio alaranjados. Apenas um pouco de amarelo se insinua na manga da camisa listrada do personagem central. São cores predominantes da luz de ateliê, produzida artificialmente por velas e candelabros que no passado iluminavam os ambientes fechados. As pinturas só iriam receber pinceladas de cores puras e vivas muito mais tarde, quando os impressionistas saíram aos campos e praças para captar a luz da natureza.


O rapaz à nossa esquerda está compenetrado enquanto o da direita esconde algumas cartas atrás, em sua roupa. O personagem central dá sinais ao desonesto, contando o que o adversário tem nas mãos. O nome da obra é “Trapaceiros” data de 1596 e mostra uma cena típica das pinturas de Michelangelo Merisi, mais conhecido como Caravaggio, um pintor do final do século XVI e representante do Barroco italiano. Suas pinturas são depoimentos da vida urbana e seus personagens são pessoas comuns, frequentadores das ruas e das tavernas. Por isso vemos sem dificuldade as rugas na testa do trapaceiro central e sua luva rasgada no dedo médio.


Caravaggio nasceu em Milão em 1571, teve patronos, fez pintura religiosa, entre outras, e viveu em Roma, onde fez fama e fortuna até cometer assassinato em uma das muitas brigas nas quais se envolvia com frequência. Fugiu para Nápoles, depois para a Sicília e morreu na praia de Port’Ercole, de febre.


“Seus santos tinham os pés sujos, as mãos maltratadas, o rosto vincado de rugas. As armaduras dos soldados estavam arranhadas, mostravam pontos de ferrugem. Seus mortos pareciam um pouco inchados sob as vestes rotas. Caravaggio pintava a verdade e por isso, muitas vezes, chocava o gosto estabelecido de sua época, a Roma barroca do final do século XVI.” (Grandes Mestres, Abril Coleções, 2011)

#históriadaarte #caravaggio #trapaceiros

11 visualizações

© 2019 Contenuti

logo-whatsapp.png